Organizações estudantis

Lista de docentes vinculados ao curso de Engenharia Mecatrônica e com experiência em orientação de Projeto Final de Curso.

  • Para criar ou atualizar as informações desse site, favor enviar os dados por e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

 

Professor Departamento E-mail
Adolfo Bauchspiess ENE
Alberto José Álvares ENM
Alex da Rosa ENE
Alexandre Ricardo Soares Romariz ENE
Antonio Cesar Pinho Brasil Junior ENM
Antônio Padilha Lanari Bo ENE
Carla Maria Chagas e Cavalcante Koike CIC
Carlos Humberto Llanos Quintero ENM
Dianne Magalhães Viana ENM
Edson Paulo da Silva ENM
Eduardo Stockler Tognetti ENE
Eugênio Libório Feitosa Fortaleza ENM
Flavia Maria Guerra de Sousa Aranha Oliveira ENE
Flávio Barros Vidal CIC
Genaína Nunes Rodrigues CIC
Geovany Araújo Borges ENE
Gerson Henrique Pfitscher ENE
Guilherme Caribé de Carvalho ENM
Guilherme Novaes Ramos CIC
Henrique Cezar Ferreira ENE
Jan Mendonça Correa CIC
João Manoel Dias Pimenta ENM
João Yoshiyuki Ishihara ENE
Jones Yudi Mori Alves da Silva ENM
José Alfredo Ruiz Vargas ENE
José Maurício Santos Torres da Motta ENM
Lélio Ribeiro Soares Júnior ENE
Li Weigang CIC
Marcus Vinicius Lamar CIC
Maria Emilia Machado Telles Walter CIC
Renato Alves Borges ENE
Walter de Britto Vidal Filho ENM

Extensão na Universidade de Brasília

A proposta da Extensão Universitária é melhorar a realidade social por meio de ações concretas da comunidade acadêmica. Na UnB, a extensão é pilar essencial para colocar em prática o aprendizado, promover a integração e entender as necessidades do país. Numerosos programas, projetos e eventos conduzidos pela instituição produzem resultados diários e ajudam a transformar a vida das pessoas.

Mais informações sobre a extensão na UnB

Mais informações sobre a extensão na FT


Extensão na engenharia mecatrônica

A seguir são apresentadas algumas ações de extensão cuja organização conta com alunos de engenharia mecatrônica


Ramo estudantil IEEE UnB

Um Ramo Estudantil é a representação estudantil do IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos) em uma Universidade. Ele tem como objetivo desenvolver as habilidades técnicas e não-tecnicas dos estudantes. Além disso, busca ser o elo entre os alunos e a instituição internacional.

O Ramo Estudantil IEEE UnB tem como missão “Proporcionar ao meio acadêmico contato  com o IEEE a nível global, auxiliar no desenvolvimento dos alunos, instituição e comunidade através da realização de projetos técnicos e sociais bem como iniciativas educacionais. Além disso, buscar promover a Engenharia no Distrito Federal”.

Com mais de 150 voluntários, o Ramo UnB trabalha com vários projetos de cunho social e técnico, que são promovidos pelos seus Capítulos Estudantis e Grupos de Afinidades. Contamos com 10 capítulos e 1 grupo de Afinidade.

Capítulos Estudantis:

Grupo de afinidade:

Redes sociais:


Equipe de Robótica Edubot

 

Realiza atividades de longa duração em escolas públicas de nível técnico e ensino médio no DF. Atualmente são 4 escolas atendidas. São utilizados kits de robótica, com os quais são realizadas entre 10 e 12 oficinas com o mesmo grupo de estudantes. O projeto Edubots também é apoiado pelo Ramo Estudantil do IEEE.

Redes sociais: Instagram


Projeto Electron

Projeto educacional que visa trazer uma nova perspectiva aos jovens do ensino público brasileiro através do ensino da eletrônica básica.

Redes sociais: Facebook, Instagram


Projeto Signal

O objetivo do projeto é ensinar programação para a comunidade surda com o intuito de incentivá-los a criarem aplicativos e ferramentas necessárias à própria comunidade, além de promover a inserção na área das exatas e da tecnologia.

Redes sociais: Facebook, Instagram


Projeto EMA (Empowering Mobility and Autonomy)

Envolve diferentes departamentos da Universidade de Brasília e outros parceiros. Busca desenvolver e disponibilizar tecnologia para a pessoa com deficiência. Recentemente, o trabalho em ciclismo assistido por estimulação elétrica para indivíduos com paraplegia foi selecionado para participar das primeiras olimpíadas biônicas, o Cybathlon. Foi a única equipe da América Latina na competição que ocorreu em 2016 na Suíça. Atualmente o projeto continua suas atividades em centros de treinamento para a pessoa com deficiência no DF, como o CETEFE.

Redes sociais: Facebook


Projeto Meninas Velozes

O projeto Meninas Velozes é uma ação da Faculdade de Tecnologia da UnB junto a escolas do ensino médio. O objetivo do projeto relaciona-se à promoção de equidade de gênero nas áreas de engenharias mecânica e automotiva. Um grupo de alunas de ensino médio desenvolve atividades em torno do conhecimento científico e tecnológico que permeia os automóveis de competição.

O projeto Meninas Velozes é estruturado em três eixos: Equidade de gênero e social, fortalecimento de base acadêmica e motivação para a área das engenharias.

As atividades do projeto utilizaram o conceito de PBL (Project Based Learning) para a formação de um grupo focal em questões mecânicas e organizacionais em torno de uma equipe Kart. A mobilização de meninas em torno de uma temática tecnológica é complementada com palestras sobre a atuação de mulheres no campo da engenharia. As atividades do projeto incluem ainda visitas de campo, palestras, depoimentos e oficinas em ambiente automotivos e mecânicos.

Redes sociais: Facebook, Instagram


Laboratório Aberto de Brasília (LAB)

O LAB – Laboratório Aberto de Brasília – busca a formação de recursos humanos para criar e entregar valor, desenvolvendo habilidades e competências para atender à Indústria do Futuro (Indústria 4.0).

O espaço do LAB, atualmente localizado na Faculdade de Tecnologia da Universidade de Brasília, no ULEG (Unidade de Laboratórios de Ensino para Graduação), possui uma área com 3 espaços principais: Marcenaria, Espaço Maker com Impressoras 3D, célula de eletrônica e Manufatura Aditiva em Stratasys.

Estar em contato com todos esses clientes permite aos nossos membros o aprendizado através das Metodologias Ativas de Ensino por Projetos (PBL – Problem Based Learning) em cima de problemas e demandas reais, preparando o mesmo para o mercado de trabalho atual.

 Redes sociais: Facebook, Instagram

Responsáveis na UnB

  • Coordenação de Estágios da Graduação (CESG):
    • desenvolve ações relacionadas aos estágios, visando que a experiência do estágio represente uma autêntica atividade pedagógica;
    • é responsável pela formalização de convênios entre a UnB e empresas, instituições e entidades públicas e privadas para oferta de vagas de estágio.
  • Coordenador de Estágios da Engenharia Mecatrônica: Prof. Walter de Britto Vidal Filho
    • é o responsável por emitir parecer sobre o Plano de Atividades de Estágio dos alunos do seu curso, observada a carga horária das atividades acadêmicas, acompanhamento e avaliação das atividades do estagiário;
    • designa o Professor Orientador de Estágio para cada aluno do seu curso.

Classificação e locais dos estágios

  • No curso de graduação em Engenharia Mecatrônica da UnB, são duas as modalidades de estágio: obrigatório e não obrigatório.
  • O estágio obrigatório é requisito para a obtenção do diploma e integraliza 180 horas para o aluno por meio do componente FTD0015 Estágio Curricular em Engenharia Mecatrônica.
  • A integralização do estágio não obrigatório é feita de acordo com o Regulamento de Atividades Complementares.
  • O estágio deverá consistir de trabalho em um ambiente de engenharia de forma a permitir a aquisição de experiência prática em ambiente real de atividades do engenheiro.
  • Tanto o estágio obrigatório quanto o não obrigatório deverão ser realizados sob a supervisão efetiva de um engenheiro.
  • Quando devidamente autorizado pelo coordenador de estágio do curso, o aluno poderá ser supervisionado por um profissional sem a formação em engenharia, mas qualificado e com experiência na área de desenvolvimento do estágio.
  • O estágio obrigatório poderá será realizado em um laboratório de engenharia da Universidade de Brasília somente quando o estudante for provável formando e demonstre que não teve oportunidade de estágio em empresa ou órgão.

Termo de Compromisso de Estágio e Plano de Atividades

  • Embora não pressuponha nenhum vínculo empregatício, qualquer modalidade de estágio envolve compulsoriamente a celebração de Termo de Compromisso de Estágio (TCE) com Plano de Atividades (PA) entre o estudante, instituição concedente (empresa ou órgão) e a instituição de ensino.
  • O TCE prevê as condições de realização do estágio e deve ser assinado pelo estudante, coordenador de estágio do curso, supervisor da instituição concedente, agente de integração (quando houver), instituição concedente e instituição de ensino.
  • O PA descreve as principais atividades a serem desenvolvidas pelo estagiário na instituição concedente, de acordo com as atividades permitidas pelos conselhos profissionais de cada área, e necessita das assinaturas do estudante e do supervisor.
  • Caso o coordenador de estágio avalie as atividades como não pertinentes, poderá solicitar adequações ou indeferir a realização do estágio.
  • O coordenador de estágio é encarregado de analisar o cumprimento das obrigações do estagiário e emitir a menção dos alunos matriculados nos componentes curriculares de estágio do seu curso.
  • A data do início do estágio não pode anteceder a assinatura do TCE e PA, sendo necessário providenciar tais documentos com pelo menos 10 dias de antecedência.
  • É vedada a assinatura de Termos de Compromisso de estágio obrigatório ou não obrigatório para estudantes em situação de trancamento de matrícula.

Carga horária

  • A carga horária das atividades de estágio não pode ultrapassar o total de 30 horas semanais, considerando o somatório de estágios obrigatórios e não obrigatórios realizados simultaneamente.
  • O estudante poderá, excepcionalmente, cumprir jornada de estágio superior a 30 horas semanais, não mais que 40 horas, desde que não esteja cursando componentes curriculares presenciais obrigatórios, optativos e/ou módulo livre nos horários dedicados às atividades de estágio.

Convênios

  • Para a realização de estágios não obrigatórios com agentes de integração, empresas públicas ou privadas, é compulsória a formalização dos convênios entre esses agentes e a UnB.
  • Para os estágios obrigatórios fica facultada a formalização de convênios, exceto para estágios obrigatórios remunerados, para os quais o convênio também será exigido.

Estágio obrigatório

  • O estudante deve ter integralizado pelo menos 60% da carga horária tanto obrigatória como total para conclusão do curso.
  • O plano de atividades deve estar relacionado com as disciplinas obrigatórias do curso a partir do sexto período do fluxo.
  • A soma da carga horária de disciplinas e de estágio deve ser menor ou igual a 46 horas semanais.
  • O período de realização do estágio obrigatório não deverá ultrapassar o último dia do semestre letivo.
  • A concessão de bolsa ou outra forma de contraprestação é facultativa.
  • Também é possível utilizar os modelos da UnB para TCE e PA de estágio obrigatório.
  • O discente deverá iniciar o processo através do registro do estágio no SIGAA (Pré-Cadastro). Manuais e Vídeos de Orientações podem ser encontrados na página do DEG.
  • A secretaria do curso ou o professor orientador vai dar o encaminhamento do processo e avisar o discente sobre o resultado.

Matrícula e avaliação em FTD0015 Estágio Curricular em Engenharia Mecatrônica

  • A matrícula no componente curricular FTD0015 poderá ser efetivada após análise da documentação enviada pelo formulário e assinatura do TCE e PA por todas as partes responsáveis.
  • Para solicitar a matrícula, preencha o formulário.
  • Todos os alunos matriculados serão inscritos pelo coordenador de estágios na sala virtual do componente curricular no ambiente Aprender 3 da UnB.
  • Documentos necessários para avaliação do estágio:
    • Relatório Técnico de Estágio (RTE), que deverá será entregue pelo estudante ao coordenador de estágio;
    • Avaliação de Desempenho de Estagiário pela Concedente (ADEC), que deverá ser emitida pelo supervisor, sem anuência do estagiário, e enviada diretamente ao coordenador de estágio;
    • Avaliação da Concedente pelo Estagiário (ACE), que será emitida pelo estagiário e entregue ao coordenador de estágio;
    • Apresentação das atividades realizadas com arguição oral.
  • A menção no componente curricular FTD0015 é baseada nas notas do Relatório Técnico de Estágio, da Avaliação de Desempenho do Estagiário pela Concedente, da Avaliação da Concedente pelo Estagiário e da apresentação das atividades realizadas com arguição oral.

 Estágio não obrigatório

  • Os estágios não obrigatórios são atividades orientadas para a complementação da formação acadêmica e profissional realizadas por livre escolha do estudante.
  • Envolve, necessariamente, remuneração (bolsa, auxílio-transporte, seguro contra acidentes pessoais e recesso remunerado) pela parte concedente.
  • O estágio na modalidade não obrigatória pode durar normalmente até 2 anos (com relatórios a cada 6 meses). 
  • Também é possível utilizar os modelos da UnB para TCE e PA de estágio não obrigatório.
  • O estudante deverá obrigatoriamente entregar a cada 6 meses o relatório de atividades ao coordenador de estágio.
  • O discente deverá iniciar o processo através do registro do estágio no SIGAA (Pré-Cadastro). Manuais e Vídeos de Orientações podem ser encontrados no site do DEG.
  • Após o registro do estágio não obrigatório, o discente deverá encaminhar para a secretaria ou para o professor orientador o arquivo do TCE escaneado, no formato pdf, com boa qualidade de digitalização e nitidez!
  • A secretaria do curso ou o professor orientador vai dar o encaminhamento do processo e avisar o discente sobre o resultado.

Observações

  • É de responsabilidade do aluno verificar se no TCE consta bolsa, auxílio transporte, seguro de acidente e todas as assinaturas.
  • Caso não tenha as assinaturas e/ou as cláusulas acima citadas, o processo será devolvido pela secretária ou pela CESG e o discente terá que fazer a solicitação novamente com alteração da data de início de atividades, se for o caso.
  • As respostas/encaminhamentos dos documentos serão enviadas pelo e-mail institucional @aluno.unb.br.

Perguntas frequentes

Os requisitos para o discente dependem da modalidade do estágio. Basicamente são ter completado o 60% dos créditos obrigatórios e totais do curso para a modalidade obrigatória. Para o estágio não obrigatório não existe essa exigência. Para as duas modalidades, estágio deverá consistir de trabalho em um ambiente de engenharia, sob supervisão de um engenheiro, de forma a permitir a aquisição de experiência prática em ambiente real de atividades do engenheiro. No caso do estágio obrigatório, o plano de atividades tem que estar relacionado pelo menos com alguma disciplina obrigatória do curso a partir do sexto semestre do fluxo.
O estágio na modalidade não obrigatória pode durar normalmente até 2 anos (com relatórios a cada 6 meses). De acordo com a Lei Nº 11.788, de 25 de setembro de 2008: "A duração do estágio, na mesma parte concedente, não poderá́ exceder 2 anos, exceto quando se tratar de estagiário portador de deficiência”. Na modalidade obrigatória não deverá ultrapassar o último dia do semestre letivo (Art. 10 da Resolução CEPE Nº 0104/2021). Em ambos casos somente se o discente estiver com matrícula ativa na UnB.
Há alguma restrição em quanto à carga horária? De acordo com o Art. 7º da Resolução CCG/FT Nº 01/2019, a carga horária máxima de estágio obrigatório e não obrigatórios é de 30 horas semanais durante o período letivo e de até 40 horas semanais fora dele. Além disso, a carga horária de estágio, somada à carga horária de disciplinas do aluno no semestre não poderá́ exceder 46 horas semanais. De acordo com o Art. 10 da Resolução CCG/FT Nº 01/2019, a carga horária das atividades de estágio não pode ultrapassar o total de 30 horas semanais, considerando o somatório de estágios obrigatórios e não obrigatórios realizados simultaneamente. O estudante poderá, excepcionalmente, cumprir jornada de estágio superior a 30 horas semanais, não mais que 40 horas, desde que não esteja cursando componentes curriculares presenciais obrigatórios, optativos e/ou módulo livre nos horários dedicados às atividades de estágio.
Existe na UnB, a Coordenação de Estágios da Graduação (CESG). Eles são os que poderão esclarecer dúvidas mais específicas em relação aos termos de compromisso. O e-mail do CESG é Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
O Termo de Compromisso e o Termo Aditivo devem ser assinados pelo estudante, concedente, supervisor e agente de integração (quando for o caso). O Plano de Atividades e o Relatório de Atividades devem ser assinados somente pelo estudante e pelo supervisor. Os documentos, com o parecer do Coordenador de Estágio sobre o Plano de Atividades, serão inseridos em processo digital na plataforma SEI/UnB e serão encaminhados para a Coordenação de Estágios da UnB (CESG) para análise.
Estágio obrigatório: “Estágio obrigatório é aquele definido como tal no Projeto Pedagógico do Curso (PPC), cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma.” (Lei Nº 11.788). De acordo com o Regulamento de Estágio do Curso de Engenharia Mecatrônica, Art. 3, Parágrafo único, “Para estágio obrigatório, as atividades previstas no Plano de Atividades de Estágio devem ser aderentes às disciplinas obrigatórias do curso a partir do sexto semestre do fluxo.” Estágio não obrigatório: “Estágio não-obrigatório é aquele desenvolvido como atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória.” (Lei Nº 11.788).
O estágio obrigatório é quando o aluno está matriculado no componente curricular de estágio do curso. Neste caso pode ser não remunerado e sem convênio. Caso o aluno queira continuar as atividades na mesma empresa após a conclusão do componente curricular de estágio obrigatório a empresa deverá fazer um convênio com a UnB, pagar bolsa, auxílio transporte e seguro contra acidentes pessoais e formalizar um novo Termo de Compromisso com Plano de Atividades. Neste caso o aluno só poderá fazer este estágio (não obrigatório) se ainda estiver com matrícula ativa na UnB.
Não é necessário fazer um novo Termo de Compromisso para o estágio obrigatório, pois, de acordo com a Lei Nº 11.788 este estágio pode ou não ser remunerado. Como o Termo de Estágio não obrigatório já possui convênio, bolsa, vale transporte e seguro contra acidentes pessoais, este mesmo Termo pode ser usado para estágio obrigatório, desde que, sejam avaliadas as atividades pelo coordenador de estágio. O calendário acadêmico possui o início do período letivo (antes do primeiro dia de aula), então, o aluno pode iniciar as atividades no período letivo, mas deve terminar obrigatoriamente até o último dia de aula. A condição é que ele seja matriculado no componente curricular de estágio obrigatório e que estas atividades sejam encerradas até o último dia de aula.
De acordo com a Resolução CCG/FT Nº 01/2019, o Plano de Atividades deve estar em conformidade com o PPC e ser aprovado pelo coordenador de estágio. Basicamente, o que se verifica é que as atividades previstas no Plano de Atividades sejam aderentes às disciplinas obrigatórias do curso a partir do sexto semestre do fluxo. É responsabilidade do discente verificar que pelo menos existe relação entre alguma disciplina obrigatória a partir do sexto semestre e seu Plano de Atividades. Caso contrário, o processo será devolvido para reformulação, e o discente terá que fazer a solicitação novamente com alteração de início de atividades, se for o caso.
Sim. O discente deverá encaminhar para a coordenação de estágio o Formulário de Solicitação Geral fornecido pela Secretaria de Administração Acadêmica com um comprovante da atividade profissional incluindo os contatos do representante da concedente e do supervisor (nome, telefone, e-mail), as atividades desenvolvidas,  vigência do contrato e horas por semana de trabalho). Pois de acordo com a Resolução CCG/FT Nº 01/2019, Art. 11:
“Em se tratando de atividades afins, o aluno poderá solicitar equivalência entre a sua atividade profissional atual e o estágio obrigatório.
§ 1º A equivalência será possível somente a partir do momento em que o aluno requerente estiver apto a fazer estágio obrigatório conforme previsto neste regulamento.
§ 2º A solicitação de equivalência será avaliada pela coordenação de estágio do curso mediante apresentação, por parte do aluno, do Formulário de Solicitação Geral fornecido pela Secretaria de Administração Acadêmica, devidamente preenchido e assinado pelo requerente.
§ 3º A análise de equivalência será feita com base na natureza das atividades profissionais desenvolvidas pelo requerente e aderência ao PPC de seu curso.
§ 4º No caso de deferimento, a validação será oficializada por meio da matrícula do aluno na disciplina de estágio obrigatório.
§ 5º O deferimento da equivalência não isenta o aluno do processo de avaliação e acompanhamento do estágio, de acordo com o previsto no presente regulamento, dispensados ADEC e ACE.”
O aluno só pode iniciar as atividades em campo de Estágio após a assinatura de todos os envolvidos: aluno, concedente e UnB. Se o aluno estiver em campo sem TCE assinado por todas as partes isso configura vínculo empregatício, o que vai contra a Lei Nº 11.788.

 

Conceito e objetivos

  • O Projeto Final de Curso (PFC) é uma atividade integradora de conhecimentos, obrigatória do curso de graduação em engenharia mecatrônica.
  • Visa propiciar ao aluno a capacidade de investigação e resolução de problemas em engenharia de maneira global e objetiva, o aprimoramento de sua habilidade para elaboração de documentos técnicos e de sua capacidade de expressão oral em público.
  • Os trabalhos podem ser desenvolvidos individualmente ou em dupla formada apenas por alunos regulares do curso de engenharia mecatrônica.
  • O desenvolvimento do PFC deverá ser realizado em duas etapas complementares, cada uma com duração de um semestre letivo e na forma de dois componentes curriculares obrigatórios, FTD0022 Projeto Final de Curso 1 (PFC1) e FTD0023 Projeto Final de Curso 2 (PFC2), com 30 e 90 horas, respectivamente.
  • O resultado final do trabalho será avaliado por uma banca examinadora, com base em relatório técnico e apresentação oral feitos.
  • As regras e detalhes para o desenvolvimento desta atividade são apresentados no Regulamento de Projeto Final de Curso.

Orientadores

  • Cada etapa do PFC deverá, obrigatoriamente, ser orientada por um docente do quadro permanente da UnB, atuante em áreas afins do Curso e lotado em um dos Departamentos: Ciência da Computação, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica, ou na Faculdade do Gama, com expressa concordância do docente.
  • Será permitida a coorientação do PFC por profissional atuante em áreas afins ao Curso, desde que aprovada pela Comissão de Graduação do Curso.

Áreas

O trabalho deverá se enquadrar em pelo menos uma das seguintes áreas:

  • Robótica: robótica industrial, robôs para a área de serviços, sistemas de apoio de robôs e unidades autônomas, sistemas móveis e autônomos, micromanipulação.
  • Automação: automação de equipamentos, automação de processos, automação de sistemas produtivos.
  • Controle: métodos e processos de controle, controle de sistemas discretos, contínuos e híbridos, controle lógico-programável.
  • Instrumentação, percepção e atuação: instrumentação eletromecânica, magnética e óptica, transdutores e conversão de energia, sistemas de visão e de reconhecimento, sistemas de atuação e acionamento, sistemas digitais para automação de equipamentos, processos e sistemas produtivos.
  • Sistemas computacionais: visão computacional (software), sistemas inteligentes (software), informática industrial (software).

Projeto Final de Curso 1

  • O aluno deverá ter integralizado, no mínimo, 70% da carga horária total do curso ou 60% da carga horária obrigatória, no semestre anterior à solicitação da matrícula em PFC1.
  • Para matrícula é necessário o preenchimento de formulário com uma proposta de trabalho, elaborada em conjunto com o orientador, até o final da primeira semana de aula do semestre.
  • A proposta, elaborada em conjunto com o orientador, deve ter o título do trabalho, resumo e plano de atividades.
  • O PFC1 será avaliado pelo orientador por meio de análise do relatório final, que deve estar de acordo com as regras contidas no modelo disponível no site.
  • A critério do orientador, a avaliação pode ser realizada por meio de Banca Examinadora.

Projeto Final de Curso 2

  • Para matrícula é necessário o preenchimento de formulário com uma proposta de trabalho até o final da primeira semana de aula do semestre.
  • A proposta, elaborada em conjunto com o orientador, deve ter o título do trabalho, resumo e plano de atividades.
  • É necessário anexar também o relatório de PFC1 (com pelo menos 15 páginas de elementos textuais), aprovado pelo orientador.
  • A redação do relatório final deve estar de acordo com as regras contidas no modelo disponível no site.
  • O PFC2 será obrigatoriamente avaliado por uma Banca Examinadora, que será composta pelo orientador, que a presidirá, e outros dois membros externos ao projeto desenvolvido.
  • A data, horário e local da avaliação, bem como a composição da Banca Examinadora, deverão ser informados à coordenação do curso com antecedência mínima de uma semana por meio de formulário.
  • A avaliação do relatório e da defesa do trabalho pela Banca Examinadora se dá em forma avaliação ponderada, registrada na ata de defesa, cujo valor final será convertido em uma menção.
  • A ata de avaliação da banca, devidamente assinada, deve ser entregue à Secretaria via SEI pelo orientador.
  • A versão final do relatório de PFC2, em formato digital, deve ser entregue à secretaria do curso e o orientador deve atestar que todas as alterações pedidas pela banca foram atendidas.
  • A ficha catalográfica é um elemento obrigatório do relatório, fica localizada no verso da folha de rosto, e é gerada automaticamente pelo modelo LaTeX a partir dos dados do trabalho.
  • Cada aluno deve entregar preenchido e assinado o termo de autorização para disponibilização do relatório de PFC2 pela Biblioteca Digital da UnB.

Observações

  • Compete ao Coordenador do Curso, com apoio da Comissão de Graduação, analisar a aderência das propostas de PFC1 e PFC2 à formação em Engenharia Mecatrônica.
  • Caso a proposta seja recusada, o aluno será comunicado por e-mail e poderá fazer uma nova solicitação.
  • Os relatórios de PFC1 e PFC2 devem utilizar a versão mais recente do template disponível no Overleaf ou no CTAN (versão 1.5.2, atualizado em 04/07/2024):
    • As referências bibliográficas podem estar no formato autor-ano ou numérico. A escolha pode ser feita como uma opção da classe UnBTeX no arquivo *.tex principal do template de PFC (bib=alf ou bib=num).
    • O idioma principal do texto do relatório pode ser português ou inglês. A escolha deve ser feita como uma opção da classe UnBTeX no arquivo *.tex principal do template de PFC (idioma=brazil ou idioma=english).
    • Configure os comandos no arquivo *.tex principal do template da seguinte forma: \tipotrabalho{Projeto Final de Curso}; \tipocurso{Engenharia de Controle e Automação}; \preambulo{Projeto Final de Curso submetido como requisito parcial para obtenção do grau de Engenheiro de Controle e Automação.}; \publicacao{}; \instituicao[Universidade de Brasília]{Faculdade de Tecnologia}{}.
    • Na ficha catalográfica não é obrigatório adicionar o código Cutter (neste caso, basta utilizar o comando \numerocutter{} no arquivo *.tex principal). Caso queira adicioná-lo, o comando \numerocutter deve receber como argumento um número com dois ou três dígitos, que é gerado a partir do sobrenome do primeiro autor em alguns sites na internet.
    • Não utilize caixa alta para o título do trabalho e nem das seções (com exceção de siglas).
    • Não utilize caixa altar em qualquer outra parte do template onde ela não é usada.
  • Em caso de trabalho em dupla, somente um dos alunos precisa enviar o trabalho.

Cronograma

 

Projeto Final de Curso 1

Atividade  Responsável  Período
Solicitação de matrícula  Aluno  Primeira semana de aula do semestre
Análise dos pedidos e efetivação da matrícula  Coordenação/Comissão de Graduação  Período de ajuste de matrícula
Entrega de Relatório Final  Aluno  Anterior ao fim do período letivo (Calendário Acadêmico)

 

Projeto Final de Curso 2

Atividade  Responsável  Período
Solicitação de matrícula  Aluno  Primeira semana de aula do semestre
Análise dos pedidos e efetivação da matrícula  Coordenação/Comissão de Graduação  Período de ajuste de matrícula
Solicitação de composição de Banca Examinadora Orientador/Aluno 2 semanas precedentes à defesa
Divulgação da defesa  Coordenação  1 semana precedente à defesa
Entrega de relatório à Banca Examinadora  Aluno  1 semana precedente à defesa
Defesa  Orientador/Aluno  Dentro do período letivo (Calendário Acadêmico)
Entrega da Ata de Avaliação da defesa à Secretaria de Curso Orientador  Imediatamente após a defesa
Entrega da versão final do Relatório  Aluno  Dentro do período letivo (Calendário Acadêmico)
Registro da Menção  Orientador  Dentro do período letivo (Calendário Acadêmico)

Biblioteca Digital da Produção Intelectual Discente da Universidade de Brasília

Para ingressantes até o primeiro semestre de 2022, a carga horária total do curso de engenharia mecatrônica é de 4.110 horas, distribuídas em 10 semestres. Para conclusão do curso, é necessário ser aprovado em todos os componentes curriculares obrigatórios, integralizar a carga horária mínima de todas as cadeias de seletividade e completar a carga horária com componentes curriculares optativos optativas (o que pode incluir até 60 horas em atividades complementares e até 360 horas em componentes que não são optativos do curso, dais quais até 60 horas podem ser atividades de extensão). Dentre os componentes curriculares obrigatório, há o trabalho de graduação (realizado em 2 semestres e com 120 horas) e o estágio curricular obrigatório (com 180 horas).

 

1º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
MAT0025 Cálculo 1 Disciplina 90 0 0 90  
IFD0171 Física 1 Disciplina 60 0 0 60  
IFD0173 Física 1 Experimental Disciplina 30 0 0 30  
CIC0004 Algoritmos e Programação de Computadores Disciplina 90 0 0 90  
IQD0125 Química Geral Teórica (OPT) Disciplina 60 0 0 60  
IQD0126 Química Geral Experimental (OPT) Disciplina 30 0 0 30  
FTD0021 Introdução à Engenharia Mecatrônica (OPT) Disciplina 0 0 30 30  
Total 390  

 

2º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
MAT0026 Cálculo 2 Disciplina 90  0  0 90 MAT0025
MAT0031 Introdução à Álgebra Linear Disciplina 60 0 0 60  
IFD0175 Física 2 Disciplina 60  0  0 60 MAT0025 E IFD0171
IFD0177 Física 2 Experimental Disciplina 60  0  0 60 MAT0025 E IFD0171 E IFD0173
EST0023 Probabilidade e Estatística Disciplina 60  0  0 60 MAT0025
ENM0190 Desenho Mecânico para Engenharia (OPT) Disciplina 60  0  0 60  
Total 390  

 

3º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
MAT0027 Cálculo 3 Disciplina 90 0 0 90 MAT0026
IFD0179 Física 3 Disciplina 60 0 0 60 MAT0026 E IFD0175
IFD0181 Física 3 Experimental Disciplina 60 0 0 60 MAT0026 E IFD0175
ENE0067 Sinais e Sistemas em Tempo Contínuo (OPT) Disciplina 60 0 0 60 MAT0026 E MAT0031
ENE0066 Introdução aos Circuitos Elétricos (OPT) Disciplina 30 0 0 30 MAT0026 E MAT0031
ENM0120 Mecânica 1 Disciplina 60 0 0 60 MAT0026 E MAT0031 E IFD0171
CIC0090 Estruturas de Dados Disciplina 60 0 0 60 CIC0004
Total 420  

 

4º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0068 Sinais e Sistemas em Tempo Discreto (OPT) Disciplina 60 0 0 60 ENE0067
ENE0304 Circuitos Elétricos (OPT) Disciplina 60 0 0 60 ENE0067 E ENE0066
ENE0282 Laboratório de Circuitos Elétricos (OPT) Disciplina 30 0 0 30 ENE0067 E ENE0066
ENM0121 Mecânica 2 Disciplina 60 0 0 60 MAT0027 E MAT0031 E IFD0171
ENM0164 Mecânica dos Materiais 1 Disciplina 60 0 0 60 ENM0120
CIC0229 Circuitos Lógicos Disciplina 60 0 0 60 CIC0004
CIC0231 Laboratório de Circuitos Lógicos Disciplina 30 0 0 30 CIC0004
Total 360  

 

5º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
MAT0028 Variável Complexa Disciplina 90 0 0 90 MAT0027
MAT0053 Cálculo Numérico (OPT) Disciplina 60 0 0 60 MAT0026
ENE0469 Conversão de Energia e Máquinas Elétricas Disciplina 60 0 0 60 IFD0179 E ENE0304
ENM0128 Transporte de Calor e Massa Disciplina 60 0 0 60 MAT0027 E IFD0175 E IFD0177
ENM0127 Tecnologia de Fabricação 1 Disciplina 45 0 0 45 ENM0164
ENM0126 Introdução à Ciência dos Materiais Disciplina 45 0 0 45 IQD0125 E IQD0126
Total 360  

 

6º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0045 Eletrônica (OPT) Disciplina 60 0 0 60 IFD0179 E ENE0304 E ENE0282
ENE0046 Laboratório de Eletrônica (OPT) Disciplina 30 0 0 30 IFD0179 E ENE0304 E ENE0282
ENE0048 Laboratório de Conversão Eletromecânica de Energia Disciplina 30 0 0 30 ENE0469
ENE0077 Controle de Sistemas Dinâmicos (OPT) Disciplina 60 0 0 60 ENE0304 E ENE0282
ENM0027 Tecnologias de Comando Numérico Disciplina 60 0 0 60 ENM0127
CIC0099 Organização e Arquitetura de Computadores Disciplina 60 0 0 60 CIC0229 E CIC0231
Total 300  

 

7º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0079 Controle no Espaço de Estados (OPT) Disciplina 60 0 0 60 ENE0077
ENE0078 Laboratório de Controle de Sistemas Dinâmicos (OPT) Disciplina 30 0 0 30 ENE0077
ENM0134 Sistemas Integrados de Manufatura Disciplina 60 0 0 60 ENM0027
ENM0084 Sistemas Hidráulicos e Pneumáticos Disciplina 60 0 0 60 ENM0128
CIC0124 Redes de Computadores Disciplina 60 0 0 60 CIC0090
CIC0130 Introdução aos Sistemas Embarcados (OPT) Disciplina 60 0 0 60 CIC0099
Total 330  

 

8º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0167 Controle Digital Disciplina 60 0 0 60 ENE0068 E ENE0079
ENE0355 Instrumentação Eletrônica e Sensores Disciplina 60 0 0 60 ENE0045
ENM0195 Modelagem e Implementação de Sistemas a Eventos Discretos (OPT) Disciplina 90 0 0 90 ENE0078 E CIC0124
EPR0068 Organização Industrial Disciplina 60 0 0 60 EST0023
CIC0248 Sistemas de Tempo Real Disciplina 60 0 0 60 CIC0099
ECL0014 Ciências do Ambiente Disciplina 30 0 0 30  
Total 360  

 

9º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENM0119 Segurança em Sistemas de Controle e Automação (OPT) Disciplina 30 0 0 30 ENM0134 E ENE0355
ENM0168 Robótica Industrial 1 (OPT) Disciplina 60 0 0 60 ENM0121
FTD0016 Trabalho de Graduação 1 Atividade 30 0 0 30  
Total 120  

 

10º Semestre

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
FTD0015 Estágio Curricular em Engenharia Mecatrônica Atividade 180 0 0 180  
FTD0017 Trabalho de Graduação 2 Atividade 90 0 0 90 FTD0016
Total 270  

 

Cadeia de Seletividade 1

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ADM0023 Introdução à Administração Disciplina 60 0 0 60  
ECO0019 Introdução à Economia Disciplina 60 0 0 60  
FDD0155 Noções de Direito Disciplina 60 0 0 60  
SOL0042 Introdução à Sociologia Disciplina 60 0 0 60  
Carga horária total 240  
Carga horária mínima 60  

 

Cadeia de Seletividade 2

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
IQD0125 Química Geral Teórica Disciplina 60 0 0 60  
IQD0126 Química Geral Experimental Disciplina 30 0 0 30  
IQD0051 Química Geral Disciplina 90 0 0 90  
Carga horária total 180  
Carga horária mínima 90  

 

Cadeia de Seletividade 3

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENM0195 Modelagem e Implementação de Sistemas a Eventos Discretos Disciplina 90 0 0 90 ENE0078 E CIC0124
ENE0240 Controle para Automação Disciplina 60 0 0 60 ENE0078
ENM0118 Sistemas de Medição Disciplina 45 0 0 45 ENE0282
Carga horária total 195  
Carga horária mínima 90  

 

Cadeia de Seletividade 4

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0304 Circuitos Elétricos Disciplina 60 0 0 60 ENE0067 E ENE0066
ENE0174 Circuitos Elétricos 2 Disciplina 90 0 0 90 MAT0028 ENE0172
ENE0037 Circuitos Elétricos 2 Disciplina 60 0 0 60 ENE0042 E ENE0044
ENE0282 Laboratório de Circuitos Elétricos Disciplina 30 0 0 30 ENE0067 E ENE0066
ENE0038 Laboratório de Circuitos Elétricos 2 Disciplina 30 0 0 30 ENE0042 E ENE0044
ENE0068 Sinais e Sistemas em Tempo Discreto Disciplina 60 0 0 60 ENE0067
Carga horária total 330  
Carga horária mínima 90  

 

Cadeia de Seletividade 5

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0035 Análise Dinâmica Linear Disciplina 60 0 0 60 ENE0037 E ENE0038
ENE0085 Análise Dinâmica Linear Disciplina 90 0 0 90 ENE0174
ENE0077 Controle de Sistemas Dinâmicos Disciplina 60 0 0 60 ENE0304 E ENE0282
ENE0036 Laboratório de Análise Dinâmica Linear Disciplina 30 0 0 30 ENE0037 E ENE0038
ENE0078 Laboratório de Controle de Sistemas Dinâmicos Disciplina 30 0 0 30 ENE0077
Carga horária total 270  
Carga horária mínima 90  

 

Cadeia de Seletividade 6

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0172 Circuitos Elétricos 1 Disciplina 90 0 0 90  
ENE0042 Circuitos Elétricos 1 Disciplina 60 0 0 60  
ENE0066 Introdução aos Circuitos Elétricos Disciplina 30 0 0 30 MAT0026 E MAT0031
ENE0044 Laboratório de Circuitos Elétricos 1 Disciplina 30 0 0 30  
ENE0067 Sinais e Sistemas em Tempo Contínuo Disciplina 60 0 0 60 MAT0026 E MAT0031
Carga horária total 270  
Carga horária mínima 90  

 

Cadeia de Seletividade 7

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0340 Análise Dinâmica Linear Disciplina 90 0 0 90 ENE0174 E IFD0179
ENE0027 Análise Dinâmica Linear Disciplina 60 0 0 60 ENE0174 E IFD0179
ENE0045 Eletrônica Disciplina 60 0 0 60 IFD0179 E ENE0304 E ENE0282
ENE0028 Laboratório de Análise Dinâmica Linear Disciplina 30 0 0 30 ENE0174 E IFD0179
ENE0046 Laboratório de Eletrônica Disciplina 30 0 0 30 IFD0179 E ENE0304 E ENE0282
Carga horária total 270  
Carga horária mínima 90  

 

Cadeia de Seletividade 8

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENM0190 Desenho Mecânico para Engenharia Disciplina 60 0 0 60  
ENM0131 Desenho Mecânico Assistido por Computador 1 Disciplina 90 0 0 90  
Carga horária total 150  
Carga horária mínima 60  

 

Cadeia de Seletividade 9

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
ENE0051 Controle Dinâmico Disciplina 60 0 0 60 ENE0035 E ENE0036
ENE0084 Controle Dinâmico Disciplina 90 0 0 90 ENE0085
ENE0079 Controle no Espaço de Estados Disciplina Disciplina 60 0 0 60 ENE0077
ENE0052 Laboratório de Controle Dinâmico Disciplina 30 0 0 30 ENE0035 E ENE0036
Carga horária total 240  
Carga horária mínima 60  

 

Cadeia de Seletividade 10

Código Componente Curricular Tipo Carga horária Pré-requisito
Pres. EaD Ext. Tot.
CIC0104 Software Básico Disciplina 60 0 0 60 CIC0099 E CIC0090
CIC0130 Introdução aos Sistemas Embarcados Disciplina 60 0 0 60 CIC0099
Carga horária total 120  
Carga horária mínima 60  

 

Campus Universitário Darcy Ribeiro

Asa Norte, Brasília-DF, CEP 70910-900

 

Secretaria: +55 (61) 3107-5667 / 3107-5501

 

secmecatronica@unb.br

 

 

Localização

Copyright 2024 © Faculdade de Tecnologia da Universidade de Brasília | Todos os direitos reservados.